Sobre o sal

Sobre o sal

Existem vários tipos de sal: O marinho (integral), refinado ou comum, himalaias, flor de sal, etc..

O sal marinho puro (também conhecido como sal grosseiro) contém 84 elementos importantes para a saúde humana, que são eliminados durante o processo de industrialização para produzir sal refinado (sal de mesa) que é prejudicial à saúde.


Durante a sua fabricação, quando o sal marinho é “lavado”, há perdas de algas microscópicas, que fixam o iodo natural no corpo. Mas as perdas não param por aí. O processo também elimina enxofre, magnésio, cálcio e outros elementos. Esta lavagem quente serve para branquear o produto, causando a perda da maioria dos elementos essenciais.

Os efeitos negativos do consumo de sal refinado manifestam-se em muitas doenças como: hipertensão, edema, pré-eclâmpsia ou eclâmpsia, arteriosclerose cerebral, aterosclerose, cálculos renais, cálculos da bexiga, cálculos biliares, hipoplasia da tireóide e glândula paratiroideia.

Contudo, o sal é essencial para um metabolismo saudável.

Curiosamente, um hipertenso pode ingerir sal marinho e, eventualmente, tratar a hipertensão.

Dica de como usar o sal:

Numa garrafa de 1,5 L de água mineral com PH superior a 7,5, acrescentar 1 colher de (café) de sal marinho grosso (sal integral) ou sal dos Himalaias e ir bebendo ao longo do dia.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!