Progressão ao Futuro.

“Tudo o que você faz e pensa é moldado pela sua própria versão da realidade. Você é a soma das suas experiências percepcionadas e as suas experiências são o que você percepcionou como sendo o seu passado. Imagine que podia mudar essa percepção. Alterando assim a sua realidade actual. É aí que as coisas começam verdadeiramente a mudar”. – “Paul McKeena”.

Poderemos alterar verdadeiramente o passado? Poderemos reescrever a nossa história?

Não se trata de magia: Nós estamos continuamente a criar as nossas vidas com a nossa consciência. Tal como um argumentista escreve uma história para o cinema, o nosso consciente e as nossas crenças estão a criar as nossas vidas quotidianas, e o facto de nos focarmos em potenciais acontecimentos futuros faz com que eles aconteçam.

Mas é possível fazer muito mais do que isso: tal como o argumentista pode voltar atrás e alterar uma cena no início da história, você também pode fazer o mesmo. Basta para isso que altere as suas memórias – e, felizmente as memórias, podem ser facilmente alteradas, como lhe poderei mostrar.

A natureza do tempo:
A maior parte de nós cresceu com a crença de que o tempo é linear. Que o ontem ficou para trás e que o amanhã ainda está por vir. Aprendemos desde crianças a entender o tempo como uma linha recta que une o passado ao presente e ao futuro. A maior parte das pessoas acreditam que o passado é fixo. Muitas crêem ter algum controlo dobre o futuro, por isso este é variável, e algumas acreditam que o futuro é talhado em pedra.

Porém, todos já experimentamos o sentimento de que o tempo passa muito depressa ou devagar, ou mesmo ficar parado.
As teorias acerca do tempo introduzidas pelos físicos quânticos incluem a possibilidade do passado, presente e futuro estarem todos a acontecer simultaneamente, ou de o tempo ser circular e se repetir;

Uma coisa em que parecem estar todos de acordo é que ninguém sabe verdadeiramente como o tempo funciona.
Uma pergunta que ainda hoje se coloca é: Será que podemos influenciar o passado?

– Um grande cientista e investigador, respondeu assim: “Este é um tema comum na ficção científica das viagens no tempo”.

A resposta habitual é:

“Talvez! Mas se o passado mudasse, nunca viríamos a saber, porque o nosso presente também mudaria em resultado dessa alteração, e assim tudo pareceria perfeitamente normal”. – “Anne Jirsch”

PROGRESSÃO DE MEMÓRIA

UMA VIAGEM AO FUTURO

Viagens no tempo. Ver o próprio futuro. Escolher o seu destino, controlar a sua vida. Temas muito interessantes, talvez os mais importantes para o ser humano. E, por isso mesmo, se prestam a um bom ou mau uso. Conhecer o futuro é tema de cartomantes, videntes, astrólogos, tarólogos e os mais variados tipos de métodos divinatórios. Muitos pagam qualquer quantia para saberem o que o futuro lhes aguarda, buscando um pouco de segurança contra a imprecisão do dia a dia.

Mas, afinal, o que é mesmo o futuro?

O futuro, dizem os cientistas focados nos mistérios da Física Quântica, nos mais avançados bastiões da ciência moderna,

é uma nuvem de probabilidades. Talvez seja melhor descrito pelos termos científicos “horizonte de eventos”.

A Física Quântica encara o Universo como uma matriz de várias dimensões. No trabalho da Progressão de Memória, consideramos importante apenas citar a dimensão temporal ou vibracional, a dimensão espacial ou perceptiva, a dimensão consciêncial ou intencional e a dimensão espiritual.

Os relacionamentos entre estas quatro macro-dimensões é que nós consideramos as dimensões específicas da realidade.

Joan Grant, escritora americana, escreve uma bela analogia sobre a noção de tempo:

“O passado é fixo, aquilo que aconteceu não pode ser mudado. Porém toda acção muda um futuro, que é fluido e pode ser modificado, num passado que é estável. Seu próximo dia ou a próxima vida que você tiver, será como sua imagem reflectida num tanque. A qualquer momento, você poderá testar como é o tanque do seu futuro, mas pelo livre arbítrio, você provocará terríveis tempestades sobre ele ou ondas na sua tranquila superfície.

É por isso que tão poucas previsões se confirmam.

– Olhe para o jardineiro com o seu regador… Posso presumir que ele vai atravessar o quintal sem derramar nada, pois esse é o futuro que os seus actos presentes estão a fazer. Mas se ele tropeçar ou atirar por sua própria vontade, o regador, então o seu futuro presente terá mudado, pois com o seu acto, ele provocará um efeito diferente, e assim, a minha previsão não será confirmada.

Mas essa é uma imagem que somente algumas pessoas têm permissão para ver, pois assim poder-se-ia então influenciar os actos de alguém.”“António Azevedo”

“O tempo não é de modo nenhum o que parece. Ele não flui apenas numa única direcção, sendo que o futuro existe a par do passado.” 

“Albert Einstein”

“ Se o passado, presente e futuro estão a acontecer em simultâneo, é tão fácil influenciar o passado como influenciar o futuro”.

“Anne Jirsch”

Referências bibliográficas: – “António Azevedo” In Progressão de Memória – Uma viagem ao futuro. / – “Bruce Goldberg” In Past lives, future lives reveal / – “Bruce Goldberg” In Custom Design Your Own Destiny / – “Anne Jirsch and Monica Cafferky” In The Future is Yours: Introducing Future Life Progression / – “Anthea Courtenay and Anne Jirch” In Create Your Perfect Future: Heal your past to create the life of your dreams.

O que bloqueia o amor, é o medo! E esse medo vem do passado.

(Em construção)