Os cordões do Amor

O amor cria cordões fortes que se tornam ainda mais fortes quando o sexo está envolvido. Parte da sua energia Kundalini (que se encontra na base da coluna e é por vezes referida como a serpente adormecida; e que, uma vez desperta, permite alcançar um nível espiritual mais elevado ou mesmo a iluminação) fica no cordão que se entrelaça com o cordão da outra pessoa.

O sexo sem amor raramente inclui esta energia, e é por isso que as pessoas se sentem “vazias” após o sexo sem sentido.

Qualquer pessoa que já tenha experienciado uma relação amorosa forte, repleta de amor e sensualidade, saberá do que estou a falar.

As pessoas viciadas em sexo anseiam por esta energia, sem saberem necessariamente que é isso que lhes falta; procuram cada vez mais sexo, como se a própria busca de algum modo as nutrisse. Infelizmente, porém, buscam a energia nos lugares errados.

Muitos procuram sexo com estranhos ou têm experiências cada vez mais perversas, quando o que buscam verdadeiramente só pode ser encontrado através da energia Kundalini, que surge quando o sexo é acompanhado pelo amor.

Por vezes, a poderosa energia Kundalini, flui principalmente num sentido, e quando a relação acaba, o receptor pode ter muita dificuldade em avançar. Como os seus sentimentos eram tão fortes, têm dificuldade em acreditar que a outra pessoa não sente o mesmo.

Quando isso acontece, os cordões continuam presos a ambos os parceiros; essa energia especial permanece lá, embora possa estar a fluir apenas num sentido.

Anne Jirsch 

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!