Não consegue parar os seus pensamentos?

Não consegue parar os seus pensamentos? São muitos e fazem muito ruído?

Quer fazer uma experiência? – Vamos lá!

– Escolha dois dedos das suas mãos, um de cada mão. Preferencialmente os dedos indicadores.
– Este exercício demora menos de um minuto, dura o tempo que for mais confortavel para si.
– Levante os braços e as mãos á altura do seu rosto, de forma a concentrar-se apenas na ponta dos seus dedos. Coloque os braços de forma a conseguir ver os dois dedos.

– Perceba quais as sensações que aparecem em cada um desses dedos.
– Comece por colocar a sua atenção, o seu foco, no dedo da mão esquerda.
– O que é que sente na ponta do seu dedo?
– Qual a temperatura? Quais as sensações?:
– Sente o dedo dormente ou rígido?
– O que é que sente na ponta do seu dedo? Perceba isso…

– Perceba todas as sensações no dedo, enquanto observa todos os pensamentos a aparecerem e a desaparecerem… eles vêm… mas também vão… continue a perceber as sensações no dedo, ao mesmo tempo que vai deixando os pensamentos… a virem e a irem…

– Agora faça exactamente a mesma coisa com o dedo da mão direita.

– Leve o tempo que precisar para perceber as sensações no dedo.

– Agora, olhe para os dois dedos e coloque a sua atenção em ambos. Concentre-se nos dois dedos…  (pode agora, juntá-los, lado a lado).

– Enquanto concentra o seu foco nos seus dedos, continue a respirar naturalmente, até sentir que o ar que entra é tanto quanto o ar que sai. Observe isso sem perder a concentração nos seus dedos.

E agora? Como é que se sente? 
Você deixou de ter pensamentos enquanto estava com a concentração focada nos seus dedos?
– Quando nos concentramos no presente, no “aqui e agora”, os pensamentos desaparecem, pois normalmente, esses pensamentos ruidosos estão cheios de futuro.

E mais do que isso… quando nos concentramos em algo, no momento presente… até as preocupações, as dores e os desconfortos aliviam profundamente.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!