Mudar o Desconforto da Dor Crónica

EXERCÍCIO PARA MUDAR O DESCONFORTO DA DOR CRÓNICA

Eu sei que você tem uma dor, que tem durado mais tempo do que aquilo que você podia esperar e imagino que tem sido difícil de suportar, mas nada dura para sempre, nem a dor. Um dia, em qualquer momento no tempo, tal como ela apareceu, ela irá desaparecer. Não desista, não perca a esperança, coloque um sorriso no rosto e a saúde voltará por completo. Você é mais forte do que qualquer dor, e isso, eu também sei.

Você pode fazer este exercício: (Não é para tentar fazer, é para fazer de facto).

Faça este exercício, por favor. Mesmo que você não acredite. Não é importante se você acredita ou não… apenas experimente. Dê um minuto para si, pois você disponibiliza tanto tempo para os outros ou para outras coisas, porque não oferecer um tempo a si próprio, um simples minuto para cuidar de si … (leia o exercício até ao fim, decore o que precisa de fazer e faça, experimente, nada tem a perder, mesmo que pense que nada tem a ganhar)… permita-se a fazer esta experiência. Pode fazê-lo onde e como quiser.

Faça o exercício, apenas depois de ler e decorar o que terá de fazer.

“Ás vezes vemos coisas, ás vezes sentimos coisas e outras vezes até acontecem outras coisas que por vezes não vemos mas sentimos e outras vezes, sentimos mas não vemos, embora elas aconteçam…”

– Tudo pode ser transformado, mudado, nada fica sempre da mesma maneira! Tudo muda!

– Nós podemos mudar tudo aquilo que percepcionamos!

– Podemos mudar tudo o que sentimos, quando percebemos o sentimento ou a sensação!

EXERCÍCIO

Por um breve momento… olhe para a sua dor (se não puder ver a dor de frente, use a sua imaginação)imagine um espelho e olhe através dele, pois você conhece o seu corpo e sabe onde está localizada a sua dor…

… Ignore o que se passa à sua volta… desligue-se do ambiente e do que possa estar a acontecer ao seu redor … isso também não é importante agora… coloque o seu foco,  concentre a sua atenção na “sua dor”… Memorize essa imagem… depois… feche os seus olhos… sinta… perceba a sensação e a intensidade do desconforto.

Depois… levante a sua cabeça mantendo os olhos fechados, continuando a perceber as sensações…  mantendo a cabeça virada para cima… inspire de forma profunda e expire soprando forte, até vazar todo o ar… respire dessa forma por duas vezes… na terceira vez que expirar… sopre para fora… para longe… “a dor” …..

Depois… abra os seus olhos, continuando a olhar para cima…e…

Tente ver como está “a dor”… Perceba que “a dor” perdeu volume, perdeu intensidade… perdeu tudo.  Deixou de ser como era… não é?

Agora baixe a cabeça e olhe de novo para “o desconforto”. …

Já não está lá ou ainda ficou um bocadinho?

Se ficou ainda, um bocadinho… volte a fazer o exercício, até “o desconforto” desaparecer ou ficar pequeno… tão pequenino que quase não se sente e agora menos se vê.

– Se você sofrer de dor crónica, faça isso cada vez que estiver incomodado. Em pouco tempo, irá desaparecendo… desaparecendo até não se ver mais.

Jorge Matos Jr.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!