Como lidar com os medos

F.E.A.R.

Falsa Evidência Aparentemente Real

Como você sabe, o medo não existe. Não é possível agarrar o medo, apalpá-lo. Você não diz:

“Olha ali o medo”! “O medo vem ali ou está ali“!

– O medo É uma mera ilusão da mente.

Quando você começa a perceber e a entender que o medo que você pensava estar a sentir, não é real, é uma construção da sua fantasia, Você começa a aperceber-se do poder de desconfigurar esse medo e configurá-lo em algo útil para si.

O medo do medo é mentiroso e manipulador. Ele trava-nos a coragem e a vontade de enfrentar os desafios e assumir riscos com clareza e determinação.

Uma forma de você lidar com o medo, é: estando consciente de que ele não existe, você pode entrar no jogo dele, brincar ao faz de conta e fingir que ele não existe, que ele é apenas ilusão.

Perante um medo, finja que está com medo, embora você saiba que não está com medo, quando não existe razão para sentir medo. No entanto o facto de fingir, irá aguçar a sua imaginação e tranquilizá-lo no momento. O importante é não deixar que o medo o assuste.
Quando você sabe que uma coisa não existe, você também sabe que não deve nem pode ter medo disso.
Então a melhor forma de lidar com o medo é lidar com ele como você lida com todas as coisas que você sabe que não existem.

Não lhe dê importância, ignore-o simplesmente.
Os medos vêm do receio de falhar, de ficarmos mal vistos aos olhos dos outros, das nossas incertezas, da rejeição, de mudanças, de fracasso, etc…
E têm sido esses e outros medos que o têm travado de conseguir, de fazer mudanças e de avançar. E normalmente, os medos estão ligados a pensamentos de futuro. Saiba que por definição, o futuro nunca chegará aqui… Quando ele vier, já virá transformado em presente, presente para si, para fazer dele o que quiser e como quiser.

Configure isso na sua percepção!
Medo e futuro, decididamente, não existem!!!
Quando o seu pensamento for sobre o futuro, você estará a imaginar probabilidades, não se iluda, deixe vir o que vier e depois lide com ele.
Quando você estiver com medo, você estará também a imaginar, não se assuste e não se iluda.

Quando usar a sua imaginação, use-a de forma útil para si. Quando estiver a sentir medo, pergunte para si mesmo: “Esse medo será realmente uma energia disfarçada? Será o velho medo a tentar manipular-me para uma derrota? Ou será o lado fortalecedor e reconfortante do medo que veio para me revigorar e me encorajar”?

Sentir algum medo é normal e até poderá ser muito útil quando você precisar de estar atento ás coisas reais, esse medo real, é um medo útil que poderá ajudá-lo a reagir ou a fugir em caso de perigo real.

Ajuste a sua percepção e quando sentir medo, pare e verifique se o medo se justifica…

Seja mais livre e mais solto, sem medos, principalmente sem medo do medo.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!